12.8 C
Vila Nova de Gaia
Domingo, Abril 18, 2021
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Vila Nova de Gaia com 17.641 desempregados

Distrito do Porto com mais 17.440 desempregados relativamente a fevereiro e só em Vila Nova de Gaia são mais 4.201

O distrito do Porto contabilizou em dezembro 84.073 inscritos nos centros de emprego, mais 17.440 relativamente a fevereiro, mês que antecedeu o primeiro confinamento devido à covid-19, segundo as estatísticas do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

De acordo com as estatísticas mensais por concelho do IEFP, os 18 concelhos do distrito do Porto contabilizaram em dezembro de 2020 um total de 84.073 desempregados inscritos, o que representa um aumento de 26% comparativamente a fevereiro.

Naquele mês, o último antes de ser decretado o primeiro confinamento geral devido à pandemia da covid-19, o distrito contabilizava 66.633 inscritos nos centros de emprego.

Também em comparação ao período homólogo de 2019, altura com 66.613 inscritos, o distrito do Porto registou um acréscimo de 17.460 pessoas inscritas nos centros de emprego em dezembro de 2020.

Dos 84.073 inscritos em dezembro, 91% estavam à procura de novo emprego e 56% estavam alistados há menos de um ano.

Em dezembro, mais de metade dos desempregados (56%) eram mulheres.

Segundo as estatísticas do IEFP, os 18 concelhos do distrito do Porto registaram um aumento do número de desempregados inscritos entre fevereiro e dezembro.

Vila Nova de Gaia foi o concelho que, em dezembro, registou o maior número de desempregados inscritos: 17.641, o que comparado a fevereiro representa mais 4.201 pessoas.

A este concelho, segue-se o Porto com 12.303 desempregados inscritos no último mês do ano, Matosinhos com 8.329, Gondomar com 7.673 e a Maia com 5.380.

O concelho de Marco de Canaveses foi o que contabilizou o menor aumento, registando 2.696 desempregados em dezembro, o que comparativamente a fevereiro representa mais 184 inscritos (7%).

Santo Tirso registou um aumento de 8% do número de desempregados inscritos, tendo passado de 2.377 em fevereiro para 2.581 em dezembro (mais 204 pessoas).

De acordo com as estatísticas do IEFP, a região Norte contabilizou em dezembro de 2020 um total de 150.308 desempregados inscritos, mais 25.971 pessoas do que em fevereiro.

Desde o início da pandemia da covid-19, o mês com o maior número de inscritos nos centros de emprego na região Norte foi agosto, com 158.013 pessoas.

De acordo com o IEFP, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego aumentou 29,6% em dezembro em termos homólogos e 1,0% face a novembro.

No final de dezembro, estavam registados nos serviços de emprego do continente e regiões autónomas 402.254 desempregados. Este número representa 69% de um total de 582.926 pedidos de emprego.

Em dezembro, o desemprego registado aumentou em todas as regiões, com destaque para o Algarve (60,8%) e Lisboa e Vale do Tejo (41,1%).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Outras Notícias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Siga-nos

12,133FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Opinião

X