Sexta-feira, 24 Maio 2024

#informaçãoSEMfiltro!

Vela prepara-se para as Olimpíadas de Paris 2024

-

O Gaia Semanário esteve à conversa com a Federação Portuguesa de Vela, fez-nos uma abordagem da modalidade e das medalhas que arrecadaram quer em Portugal, quer no estrangeiro. Falaram-nos sobre a modalidade em si e o número impressionante elevados dos praticantes desta modalidade.

A história sobre a Vela em Portugal, remonta aos anos 20, mais concretamente a 1927.

São 95 anos a praticar Vela, como federados.

Atualmente a vela tem 3800 atletas federados, mas existem em Portugal mais de 12.000 praticantes de vela.

Desde o ano da criação da FPV (Federação Portuguesa de Vela) (1927), a vela portuguesa esteve presente em todos os Jogos Olímpicos, exceto em Los Angeles 1932.

Portugal tem 4 medalhas em edições de Jogos Olímpicos, 2 de prata e 2 de bronze:

– Prata – Londres 1948 – Classe Swallow – Duarte Bello/Fernando Bello

– Bronze – Helsínquia 1952 – Classe Star – Joaquim Fiúza/Francisco Rebelo de Andrade

– Prata – Roma 1960 – Classe Star – Mário Quina/José Manuel Quina

– Bronze – Atlanta 1996 – Classe 470 – Hugo Rocha/Nuno Barreto

A Vela tem vários diplomas olímpicos, que significa ficar nos 8 primeiros classificados. Nos últimos JO Tóquio2021, a dupla de 49er, Jorge Lima/José Costa, ficaram em 7º lugar e teve diploma, lutando pela medalha até à última regata. Em Jogos Olímpicos anteriores Gustavo Lima, João Rodrigues, Afonso Domingos e Diogo Cayolla, Álvaro Marinho e Miguel Nunes, também tiveram diplomas olímpicos.

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, para alem de Jorge Lima/José Costa, participaram na classe 470 os irmãos Diogo Costa/Pedro Costa, que se classificaram em 15º, tendo ganho uma das regatas, esta que era uma das tripulações mais jovens da vela nos Jogos Olímpicos. Carolina João, na classe Lase, classificou-se em 34º. Estes últimos três velejadores continuam no projeto olímpico para Tóquio.

Preparação para as Olimpíadas 2024

As Olimpíadas de Paris 2024 já começam a entrar em modo treinamento mais sério, faltam dois anos e o tempo é ligeiro e ágil. As olimpíadas na modalidade da Vela tem os seguintes barcos: ILCA 7 (masculino), ILCA 6 (Feminino), 49er (masculino), FX (Feminino), 470 (mistos), NACRA (mistos), IQFOIL (masculino), IQFOIL (Feminino), Fórmula Kite (masculino) e Fórmula Kite (Feminino).

Portugal tem velejadores no programa de preparação olímpica nas seguintes classes:

ILCA 7 (masculino) – Eduardo Marques, Santiago Sampaio, Lourenço Mateus e José Mendes

49er (masculino) – Jorge Lima/José Costa, Pedro Costa/João Bolina, Tomás Barreto/João Prieto e Ricardo Alves/Tiago Alves

70 (mistos) – Diogo Costa/Carolina João, Beatriz Gago/Rodolfo Pires

IQFOIL (masculino) – Tiago Abreu

Fórmula Kite (masculino) – Pedro Marcos, Pedro Afonso e Tomás Pires de Lima

Fórmula Kite (Feminino) – Mafalda Pires de Lima

Todos estes velejadores estão em preparação e a treinar para tentarem alcançar o apuramento para os Jogos Olímpicos, Paris 2024. No entanto, existem alguns deles mais jovens, como são os casos do José Mendes, do Ricardo Alves/Tiago Alves que estão a trabalhar com vista aos Jogos Olímpicos de Los Angeles 2028.

Destes atletas, Diogo Costa, Pedro Costa e Carolina João estiveram presentes no Jogos Olímpicos Tóquio 2021, nas seguintes classes:

Diogo/Pedro Costa – classe 470 (que passou a ser mista e daí eles terem continuado os projetos em barcos diferentes). São atletas do clube de Gaia We Do Sailing. Diogo manteve-se na classe 470 e o Pedro passou para a 49er.

Carolina João – classe Laser. Deixou o Laser e passou para proa do Diogo Costa na classe 470.

O Diogo Costa/Pedro Costa são atualmente vice-campeões do mundo da classe 470.

Os velejadores dedicam-se exclusivamente a esta atividade, no entanto, praticamente todos continuam a frequentar os seus cursos na Universidade.

partilhar este artigo