Sábado, 18 Maio 2024

#informaçãoSEMfiltro!

Sarra a Velha: Rancho Folclórico de S. Felix da Marinha não deixa morrer as tradições

-

Mais um ano de Sarra a Velha, andaram durante quatro dias a percorrer as ruas da freguesia. Estivemos a conversar com Rosa Alexandrina Loureiro, do Rancho Folclórico de S. Félix da Marinha – CRP, que nos relatou o que é a “Sarra a Velha”, e como se processa a tradição.

É “uma tradição muito antiga” diz-nos Alexandrina Loureiro, o Rancho existe há 59 anos e nós sabíamos que esta tradição já se fazia há muitos anos, mas ao certo não sabemos quantos anos tem. Também somos os únicos em Vila Nova de Gaia que pega nesta tradição e não a deixa morrer, e todos os anos “Sarramos a Velha”.

Também nos adiantou que “têm a função de pegar nas tradições e fazê-las tal como elas são, e a Sarra a Velha também tem o seu ritual”.

Para chamar a atenção do “povo” andam com um bombo para chamar atenção que se vai Sarrar a Velha. Andam à procura da velha pelas ruas para depois a “sarrarem”. O elenco é composto pela velha, pelos netos, e os “sarradores” e o “tabalião”, (Juiz).

A Velha é finalmente apanhada, “os sarradores, pegam na velha e começam a Sarrar a Velha”, pois é muito alcoviteira, e anda sempre a falar mal de toda a gente. Os sarradores sarram a Velha à frente de toda a gente. Quando morre a velha, é lido o testamento pelo Tabalião (Juiz), para distribuir a herança pelos netos. Depois de lida a herança aos netos termina a tradição, que durante quatro dias andou pelas ruas de S. Féliz da Marinha, e tudo se repete no ano seguinte.

partilhar este artigo