10.7 C
Vila Nova de Gaia
Segunda-feira, Maio 10, 2021
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Projeto de inclusão de Gaia cria Quinta da Felicidade para jovens com deficiência

A Quinta da Felicidade é o novo desafio do “Sim, Somos Capazes”, projeto de inclusão que acolhe jovens com deficiência em Vila Nova de Gaia, mas ainda falta “pelo menos” tinta e terra fértil.

“É um novo desafio. A quinta é para os jovens do ‘Sim’, mas não é um gueto, é para todos”, disse o professor de educação especial Luís Baião.

Mas para que a Quinta da Felicidade se concretize em pleno, o “Sim, Somos Capazes”, ligado à Associação Desportiva e Cultural de Santa Isabel e que nasceu na Agrupamento de Escolas de Canelas, precisa de materiais para restaurar um espaço que inclui um ringue com 5.000 metros quadrados, um campo de ténis e outro de futsal, bem como “anexos atualmente em algum mau estado”, descreveu o professor.

Tinta, pavimento para interior e exterior, azulejos, louças sanitárias, móveis de cozinha, portas, janelas, cimento, areia, terra fértil, plantas, madeira, rede, entre outros, são os alguns materiais que os responsáveis estão a tentar angariar.

“Uma empresa de Vila de Conde já deu 15 árvores de fruto, outra, que é da Maia, deu o chão. Há pais que doam tempo para trabalhar – um já meteu férias para ajudar na obra – e os jovens [com deficiência que fazem parte do ‘Sim’] colaboram conforme o atualmente possível [devido às medidas de contingência ligadas à covid-19] e as suas competências”, contou Luís Baião.

Em causa está “um novo desafio” do “Sim, Somos Capazes”, projeto que surgiu em Canelas, quando o pai de um aluno com deficiência intelectual se viu perante a dúvida: “O Pedro acabou o 9.º ano, a oferta de trabalho é escassa, as instituições estão lotadas. E agora?”.

O projeto traduz-se, desde 2017, na tentativa de dar resposta ao desafio imposto pelo final da escolaridade obrigatória dos alunos com deficiência, procurando promover a inclusão destes jovens que não encontram na comunidade as respostas adequadas ao seu perfil e aspirações.

Atualmente, são 15 jovens com deficiência intelectual ou autismo acompanhados. Em setembro deverão ser 20.

A Quinta da Felicidade – que em linha reta fica a cerca de 100 metros da escola de Canelas, vai somar-se ao espaço que o “Sim, Somos Capazes” partilha no chamado C3 (Centro Cultural de Canelas) com outras instituições como a Academia Sénior ou o Instituto de Emprego e Formação Profissional que ali ministra cursos – acolhendo de imediato quatro jovens com autismo com idades dos 16 aos 20 anos.

“Será a ilha deles e onde poderão desenvolver atividades desportivas e atividades agrícolas. Não prometemos nada, não prometemos resultados, apenas muita dedicação”, apontou Luís Baião.

A Quinta da Felicidade serve também para dar uso diário e diurno a instalações da Associação Desportiva e Cultural de Santa Isabel, até aqui usadas sobretudo à noite e ao fim de semana.

O “Sim, Somos Capazes” tem financiamento do programa Portugal Inovação Social, enquanto a Câmara de Vila Nova de Gaia é parceiro social.

Luís Baião contou que durante os períodos de confinamento, associados à pandemia do novo coronavírus, “o ‘Sim’ esteve em casa em modo ‘online’, mas sempre com monitores disponíveis para atividades presenciais sem cruzamentos entre pessoas e com todas as medidas de segurança”.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Outras Notícias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Siga-nos

12,145FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Opinião

X