12.8 C
Vila Nova de Gaia
Domingo, Abril 18, 2021
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Mais tempo frente aos ecrãs no teletrabalho causa queixas oculares e dor de cabeça

A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia reconheceu que, com o teletrabalho, aumentaram as queixas de cansaço ocular, pressão nos olhos, dores de cabeça e vista irritada por causa do tempo que as pessoas passam em frente ao computador.

“Se antes, nos postos de trabalho, nos levantávamos de vez em quando, agora isso não acontece. Estamos mais tempo a olhar para o computador, mais tempo a pedir aos olhos que foquem à mesma distância”, explicou o vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO), Fernando Trancoso Vaz.

Além disso, acrescentou, “quando estamos a olhar para o computador, como estamos atentos aos pormenores que lá estão, vamos pestanejar menos vezes, logo, há menor lubrificação e, como olho está muito tempo aberto, a lágrima evapora”.

O especialista explicou que com o teletrabalho, imposto pela pandemia de covid-19, as pessoas se têm “queixado muito, não só de cansaço, como de pressão no olho, dores de cabeça e [dizem] que ao final do dia não conseguem focar tão bem ao perto como focavam de manhã”.

“E há ainda queixas de olho seco, ardor ou olho vermelho”, acrescentou.

O vice-presidente da SPO cita um estudo que avaliou o cansaço muscular e a capacidade de focar ao perto e que mostrou que “quem estava mais de duas horas ao computador tinha alterações”, mas, quando se separaram as pessoas entre as que não fizeram nada e as que aplicavam regras de compensação, como fazer paragens, olhar para longe e usar lágrima artificial, as que seguiram as dicas não apresentavam queixas no final do estudo.

“O que significa que estas alterações são reversíveis. Todos os dias temos queixas e elas desaparecem se formos para casa e descansarmos. Mas se voltarmos a estar pelo menos duas horas ao computador elas voltam a aparecer”, explicou Fernando Trancoso Vaz,

O especialista aponta ainda a chamada regra 20/20/20, que significa que a cada 20 minutos no computador a pessoa deve fazer uma pausa e olhar durante 20 segundo para uma distância de 20 pés (cerca de seis metros).

“As pausas regulares para olhar para longe são a grande chave, pois, ao olhar para longe, a pessoa permite o relaxamento dos músculos e, ao pestanejar mais, lubrifica o olho”, sublinha, lembrando que as dicas servem para todas as idades.

O especialista defende que quem passa muito tempo a olhar para écrans deve usar lágrimas artificiais.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Outras Notícias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Siga-nos

12,133FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Opinião

X