12.8 C
Vila Nova de Gaia
Domingo, Abril 18, 2021
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Gaia aprova 2,7ME em apoios a instituições, 1,2 relacionados com carências da pandemia

Também hoje foi aprovado o valor de 781 mil euros para o novo estádio do FC Crestuma

A câmara de Vila Nova de Gaia aprovou hoje apoios para instituições e obras no concelho no valor superior a 2,7 milhões de euros, sendo que cerca de 1,2 milhões estão relacionados com solicitações devido à pandemia da covid-19.

No âmbito do Fundo de Emergência covid-19 que a autarquia de Gaia, criou devido à pandemia do novo coronavírus, foram hoje aprovados apoios de mais de um milhão de euros.

Para as instituições particulares de solidariedade social do concelho foram destinados 892 mil euros, enquanto os ranchos folclóricos receberão, no total, 30 mil euros, as bandas musicais 10 mil euros e os agrupamentos de escuteiros mais de 13 mil.

Também hoje, e numa reunião camarária que decorreu por videoconferência devido às contingências da covid-19 e teve uma agenda de trabalhos com 131 pontos, o item “apoio na carência económica e emergência social 2021” foram aprovados 250 mil euros para distribuir pelos serviços de ação social de cada uma das 15 juntas de freguesia.

“Este valor é o valor atual, mas será reavaliado”, disse o presidente da câmara de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, admitindo desde logo que a pandemia obrigará a rever os valores do apoio de emergência e a atribuir mais verbas.

Já no âmbito do programa nacional PARES (Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais) foram aprovadas comparticipações num total superior a 130 mil euros, sendo 45.500 para um projeto da Fundação Cónego Manuel Nédio de Sousa, 15 mil para o Centro Paroquial de Canelas, 30 mil para o Centro Social da Paróquia de Grijó e 50 mil para o Centro Paroquial Candal.

Somam-se apoios para obras associadas a juntas de freguesia, num total na ordem dos 325 mil euros e que visa a requalificação das sedes de Oliveira do Douro, bem como de Valadares com 181 mil euros e 143 mil euros, respetivamente.

De acordo com informação da câmara distribuída aos jornalistas, em Oliveira do Douro a obra de requalificação do interior do edifício da Junta de Freguesia já começou e estará concluída em junho deste ano.

Em causa uma estrutura que não era alvo de intervenção há mais de duas décadas, logo “desadequado face às exigências atuais”, no que diz respeito às acessibilidades, redes de informática e de comunicação, climatização e eficiência energética.

Paralelamente, a nível exterior, o projeto inclui a necessidade de arranjo de caleiras, telhados, caixilharias, isolamento e pintura, bem como aquisição de equipamentos de climatização e mobiliário.

Quanto a Valadares, além da recuperação do edifício, será adquirido mobiliário para os gabinetes e para o salão nobre de um edifício alvo de uma reabilitação que “continua a apresentar carências ao nível, sobretudo, do chão, teto, janelas e telhado”.

Quanto a contratos de desenvolvimento desportivo, nesta reunião foi aprovado um pacote a rondar um milhão de euros, entre os quais 781 mil euros para o novo estádio do FC Crestuma.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Outras Notícias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Siga-nos

12,133FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Opinião

X