Sexta-feira, 8 Dezembro 2023

#informaçãoSEMfiltro!

Custo da construção de 33 fogos para as comunidades ciganas de Grijó dispara para os 5.2 milhões de euros

-

Patrocínio Azevedo, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, falou aos jornalistas à margem da Reunião de Câmara, que se realizou esta segunda-feira, nos Paços do Concelho, sobre a obra que está em atraso para a construção de 32/33 fogos para a comunidade Cigana que vive em Grijó, e cuja obra de reabilitação é a fábrica de madeiras da Feiteira. A obra estava inicialmente prevista por 3,5 milhões de euros, mas devido a várias condicionantes, o trabalho em excesso, a falta de matérias-primas, o próprio mercado, fez disparar para os quase 5,2 milhões de euros.

Este projeto, é a pensar nas comunidades ciganas que ali se encontram, e vai ter uma série de projetos acoplados a ele, para as reais necessidades daqueles moradores. O projeto foi pensado unicamente para a comunidade cigana. “Não são obras megalómanas”, refere Patrocínio Azevedo que simplesmente são casas, são um conjunto de valências que estão anexadas às casas, as salas onde as técnicas e as IPSS vão trabalhar junto das comunidades.

A proposta inicial era de 3,5 milhões de euros e agora essa proposta ronda os 5.2 milhões de euros. “Estamos a reequacionar um novo processo e um novo concurso, vamos ver onde é que falhamos, não perdemos a vontade, nem perdemos o foco, e temos que abrir o novo concurso. Reabilitar a antiga fábrica de madeiras da Feiteira, que era esse o compromisso, não é construção nova, é a reconstrução dessa empresa, integrado numa área de reabilitação”. É a construção de 32/33 fogos, “que não é habitação social”, pensadas para aquelas duas comunidades, onde temos salas de formação, onde há espaço para os técnicos onde há salas polivalentes, destinado às duas comunidades que estão em Grijó, uma do lado poente e outra do lado nascente da autoestrada. “Temos um ano de atraso, não nos esquecemos do projeto e o nosso objetivo é lançarmos um novo concurso dentro de um mês”.

partilhar este artigo