16.8 C
Vila Nova de Gaia
Terça-feira, Setembro 27, 2022

Escola de Ginástica de Gaia vence mais três medalhas nas individuais

A Escola de Ginástica de Gaia fez mais um brilharete, arrecadaram mais três medalhas. Apesar dos dois anos de interregno, conseguiram arrecadar os lugares pretendidos.

Estivemos à fala com o Presidente da Escola de Ginástica de Gaia, Raimundo Amorim, sobre a Ginástica e a dinâmica da Escola de Ginástica.

Cheio de orgulho, revela que “na primeira divisão participaram nos escalões iniciados e juvenis. Os iniciados tiveram um primeiro lugar, e os juvenis fizeram um quinto lugar. Isadora Rocha, iniciada, ganhou o primeiro lugar em classificação geral, em solo, em trave, em saltos de cavalo, e terceiro em paralelas. Já a ginasta Sofia Amorim conseguiu o segundo em solo.” “Por equipas ficamos no segundo lugar, a 55 centésimos do primeiro”, completa.

As provas decorreram no fim de semana, 21 e 22 de maio, no complexo Municipal da Maia.

No sábado as provas das juvenis tiveram início de manhã e as iniciadas à tarde. No domingo, diz-nos Raimundo Amorim, “foram as nossas juniores, ganhamos, fizemos a classificação do primeiro lugar em trave e em solo”. Depois com as séniores, “temos uma equipa que ficou em terceiro lugar”, refere o Presidente. A equipa de iniciadas Isadora Rocha, Sofia Amorim e Francisca Gonçalves, foi vice-campeã nacional da primeira divisão e ganhou várias medalhas.

Quando questionado sobre quem patrocina e dá apoio financeiro, disse-nos que “o apoio que temos é da Câmara Municipal”. Ao nível governamental, não há apoio do governo central: “estamos equiparados com a cultura, mas mais grave.” 

O orçamento para o desporto é de 0,04% do orçamento geral do Estado. “A cultura tem 1 vírgula qualquer coisa, se a cultura se queixa, imagine-se o desporto”. Na altura do confinamento, todos os clubes estiveram fechados, por imposição superior “e cumprimos isso”. A propósito da ideia do governo de apoio às rendas, lamenta que a escola de ginástica não tenha sido contemplada, apesar de “cumprir todos os requisitos”.

Todos os anos são feitas duas festas, que voltam agora passados dois anos e são “as meninas dos nossos olhos”, conta o presidente da escola. A próxima será a gala de encerramento do ano letivo, a 18 de junho, com o tema “Entrelaçados”, às 21h00, no Parque da Lavandeira. “Estamos a contar encher o pavilhão este ano, vamos publicitar o evento com publicidade espalhada por toda a cidade, e contamos com o apoio da autarquia”.

Também vão organizar, em novembro, o quarto torneio internacional. Raimundo Amorim diz que, apesar de estarmos em maio, já têm várias inscrições.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias

X