Lançado concurso público de conceção e construção da nova...

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

-

- Advertisment -spot_img

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto e Vila Nova de Gaia, foi hoje lançado, pelo preço base de 38,5 milhões de euros.

Publicado em Diário da República pela empresa municipal Gestão e Obras Públicas do Porto, o procedimento, que tem também a Câmara de Gaia como entidade adjudicante, fixa em 1.150 dias o prazo de execução para a “Empreitada de Conceção-Construção da Ponte D. António Francisco dos Santos e Acessos”.

O prazo para apresentação das candidaturas é de 30 dias, a contar da data de envio do anúncio para publicação, o que aconteceu na terça-feira.

Depois, a decisão de qualificação das candidaturas termina após 60 dias.

Já as propostas devem ser apresentadas até ao 210.º dia a contar da data de envio do convite, determina o aviso do concurso, hoje publicado.

A Câmara do Porto aprovou, em 24 de maio, com o voto contra da CDU e a abstenção do PSD, a continuidade do procedimento de contratação da empreitada de conceção e construção da nova ponto rodoviária sobre o Douro.

Na reunião, a vereadora da CDU, Ilda Figueiredo, afirmou “não ser aceitável” que, passados quase quatro anos, os vereadores sejam confrontados com “uma completa transformação” do projeto previsto para a ponte.

Em resposta à vereadora, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, lamentou as afirmações feitas por Ilda Figueiredo, defendendo que o tema já tinha sido discutido em reunião do executivo.

Também o vereador social-democrata, Álvaro Almeida, considerou que o processo da nova ponte “tem corrido mal desde o início, atribuindo o “‘show off'” a Rui Moreira.

“Se alguém quis montar um ‘show off’ foi o senhor presidente, que quis convocar uma reunião para uma quinta-feira, dia que não é habitual, sem justificar essa mudança de dia. Só no próprio dia é que percebemos o porquê”, salientou.

Álvaro Almeida disse ainda que a nova ponte “não foi justificada de forma clara”, em particular a razão da sua localização.

Já o vereador Manuel Pizarro, do PS, lançou o desafio à maioria municipal de ponderar a existência de “uma ligação de acesso entre a quota alta e a quota baixa que seja transitável”.

A proposta de autorização surgiu depois de, na reunião do executivo de 13 de maio, os vereadores do PS, PSD e CDU acusarem a maioria municipal de falta de transparência na discussão das opções do traçado para a nova ponte D. António Francisco dos Santos.

No mesmo dia, a Câmara de Gaia, em reunião do executivo aprovou, por unanimidade, o lançamento do concurso público para a conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro apesar do processo ter merecido críticas da oposição.

Quando foi anunciada em abril de 2018, a ponte, que irá ligar Campanhã (Porto) e o Areinho de Oliveira do Douro (Gaia), tinha um custo estimado de 12 milhões de euros, integralmente assumidos pelos municípios de Porto e Gaia, em partes iguais, tendo como prazo previsto de conclusão o ano de 2022.

A nova travessia sobre o Douro ficará a montante da Ponte D. Luís, entre as pontes do Freixo (rodoviária) e de São João (ferroviária), e deverá estar concluída em 2025.

Na proposta que vai a concurso, a ponte terá uma extensão total de 625 metros, 300 dos quais sobre o rio, e um perfil transversal do tabuleiro de 21,50 metros, com separador central e duas faixas de rodagem com duas vias cada, uma ciclovia unidirecional em cada sentido, bem como, passeios.

O custo da nova ponte, incluindo acessos, é de 36,9 milhões de euros – valor a que acrescem 1,63 milhões de euros para estudos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you