Trabalhadores da Makro em Gaia e Matosinhos em greve...

Trabalhadores da Makro em Gaia e Matosinhos em greve na 6.ª feira contra reorganização de horários

-

- Advertisment -spot_img

No âmbito do protesto agendado para sexta-feira, estará um piquete de greve à porta da Makro em Vila Nova de Gaia a partir das 15:00, informa o sindicato.

Os trabalhadores da Makro das lojas de Vila Nova de Gaia e de Matosinhos cumprem uma greve na sexta-feira em protesto contra a reorganização dos horários de trabalho na empresa a nível nacional, anunciou hoje fonte sindical.

Em comunicado, a direção regional do Porto Sindicato do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP Porto) diz que os trabalhadores reclamam a “não alteração dos horários de trabalho, em particular a imposição de horário de trabalho entre as 24:00 e as 06:00, e a não alteração dos dias de descanso semanal”.

Em causa, salienta, está “o direito à conciliação da vida profissional com a pessoal e familiar”.

Contactada pela agência Lusa, a Makro Portugal disse que “apoia o direito individual à greve, estando em todos os momentos atenta à manifestação das necessidades dos seus colaboradores”.

Salientando estar “no mercado há mais de 30 anos”, a empresa afirma que “as suas práticas laborais se encontram em conformidade com a legislação laboral nacional, continuando a trabalhar em prol das suas equipas” e reitera que “se encontra sempre disponível para ouvir as suas pessoas e fazer mais e melhor”.

De acordo com o sindicato, “a Makro organizou os horários de trabalho dos trabalhadores, a nível nacional, de modo a fazer coincidir um dos dias de descanso semanal com o feriado do 1.º de maio, data em que a empresa encerra todos os seus estabelecimentos”.

“Na prática, a Makro retirou um dia de descanso a todos os trabalhadores”, acusa.

Para o CESP Porto, “a Makro não respeita os direitos dos trabalhadores, alterando as suas folgas sem o seu consentimento” e “retirando, inclusive, descansos ao domingo para realização de um inventário que nem tão pouco foi anunciado”.

“[Como] se isto não bastasse, ainda impuseram que os trabalhadores fizessem reposição noturna, tendo sido pressionados a assinar um documento a autorizar tal imposição”, sendo que “os horários de trabalho foram afixados com apenas uma semana de antecedência, já com a dita reposição noturna, incumprindo assim a obrigatoriedade da empresa comunicar os horários aos trabalhadores com trinta dias de antecedência, como consagrado na cláusula 11ª do CCT [contrato coletivo de trabalho] do setor”, afirma.

Exigindo “a correção da situação”, os trabalhadores e o CESP reclamam ainda “a intervenção da ACT [Autoridade para as Condições do Trabalho] neste e em todos os locais de trabalho, para a rápida reposição da legalidade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you