Gaia não terá fogo-de-artifício nem concertos no São João

Gaia não terá fogo-de-artifício nem concertos no São João

-

- Advertisment -spot_img

O presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, garantiu que, devido à pandemia da covid-19, não serão organizados festejos de São João, o que inclui os habituais concertos musicais e o típico fogo-de-artifício.

“Bem sei que com o que aconteceu na Champions [final da Liga dos Campeões que decorreu sábado no Estádio do Dragão] é difícil de justificar [a decisão de não fazer festas populares], mas tem de ser assim”, disse Eduardo Vítor Rodrigues.

O autarca, que falava aos jornalistas no final da reunião de Câmara que decorreu esta tarde, não fez mais comentários sobre a polémica que marcou o fim de semana devido à vinda de adeptos ingleses ao Porto para assistir à partida entre o Chelsea e o Manchester City e ao relato de aglomerados de pessoas sem máscara, a consumir bebidas alcoólicas e sem cumprir o distanciamento social.

Questionado sobre o programa para a noite de São João, uma organização que tradicionalmente Vila Nova de Gaia divide com o Porto, Eduardo Vítor Rodrigues garantiu que não estão planeados festejos: “E isso inclui nem fogo-de-artifício nem concertos”, enumerou.

“Há um acordo nesse sentido com a Câmara do Porto. Acho que a de Braga, se não anunciou, vai anunciar o mesmo. Isto à semelhança de Lisboa [com o Santo António]. Festividades de rua que impliquem ajuntamentos estão fora hipótese”, reiterou.

Mas “para compensar os comerciantes” o autarca confirmou o que já tinha anunciado a 02 de maio sobre a criação de “minifeiras populares” em espaços que seja possível fechar para que seja controlada a lotação.

Parque Maria Adelaide (Arcozelo), parque de estacionamento do Estádio Jorge Sampaio (Pedroso), Quinta da Mesquita (Avintes) e Centro Cívico de Serzedo são os espaços escolhidos.

Os recintos serão controlados com o apoio da Polícia Municipal e reduzidos a divertimentos como carrosséis e roulottes de farturas e cachorros.

As iniciativas vão ter início no final de junho e durante os meses de julho e agosto, até ao início de setembro.

Quanto a outra festa muito tradicional em Vila Nova de Gaia, o São Pedro da Afurada, o autarca revelou que haverá missa campal presidida pelo bispo Manuel Linda e que o andor será levado de barco à entrada da barra por barcos de pescadores, recriando uma tradição antiga, mas “com restrições de acesso e limitação de lugares”.

A iniciativa decorrerá sem vendedores de rua nem procissões, e na mesma ocasião será inaugurada a obra de requalificação da atual igreja, um projeto que custou à autarquia 135 mil euros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you