arquivoBanco Alimentar recolhe donativos entre 27 de maio e...

Banco Alimentar recolhe donativos entre 27 de maio e 06 de junho

-

- Advertisment -spot_img

O Banco Alimentar Contra a Fome promove uma campanha nacional de recolha de alimentos entre quinta-feira e 06 de junho através de vales disponíveis nos supermercados e de donativos ‘online’, anunciou hoje a instituição.

A iniciativa decorre através da Ajuda Vale e do ‘site’ alimentestaideia.pt, uma vez que as medidas de segurança relacionadas com a pandemia de covid-19 impedem ainda a realização da tradicional recolha de alimentos com voluntários, segundo a organização.

“Infelizmente, há agora milhares de famílias que contam com as nossas campanhas para conseguirem pôr comida na mesa”, afirmou Isabel Jonet, Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, em comunicado divulgado hoje.

Sob o lema “À nossa mesa há sempre lugar para mais um”, a campanha visa sensibilizar a população para contribuir “no apoio a famílias que vivem situações de carência alimentar todos os dias”.

A participação pode ser feita através da modalidade Ajuda Vale, já utilizada em campanhas anteriores, e que assenta na contribuição através de vales de produtos disponíveis até 31 de maio nas caixas dos supermercados.

Cada vale tem um código de barras específico associado aos produtos que se pretendam doar. O Banco Alimentar disponibiliza igualmente o portal de doação ‘online’ alimentestaideia.pt, onde se podem escolher bens perecíveis para doar.

De acordo com os dados da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, no ano passado, os 21 Bancos Alimentares em atividade em Portugal distribuíram 29.474 toneladas de alimentos (com o valor estimado de 41,2 milhões de euros), num movimento médio de 165 toneladas por dia útil.

Em parceria com cerca de 2.700 instituições e entidades, que operam no terreno, acompanhadas pelo Banco Alimentar da respetiva região, os bens recolhidos contribuíram para a alimentação de 450.000 pessoas “com carências comprovadas”, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas.

O Banco Alimentar foi criado em Portugal, em 1991. Atualmente, existem 21 Bancos Alimentares nas zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Madeira, Zona Oeste, Portalegre, Porto, São Miguel, Santarém, Setúbal, Terceira, Viana do Castelo e Viseu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you