arquivoCosta sublinha que aposta na ferrovia é "revolução no...

Costa sublinha que aposta na ferrovia é “revolução no transporte de mercadorias”

-

- Advertisment -spot_img

O primeiro-ministro, António Costa, destacou segunda-feira, na estação de Valença, a “prioridade” do Governo à modernização da ferrovia, “o maior investimento dos últimos 100 anos em Portugal”, considerando que essa aposta “é uma revolução no transporte de mercadorias”.

“A enorme revolução que aqui temos é mesmo no transporte de mercadorias porque, com o aumento da frequência e a duplicação da dimensão dos comboios, nós triplicamos nesta linha a capacidade de transporte de mercadorias”, afirmou o primeiro-ministro durante a cerimónia de inauguração da modernização do troço ferroviário entre Viana do Castelo.

António Costa discursava na estação da caminho de ferro de Valença no final da viagem inaugural que assinalou a conclusão da eletrificação da Linha do Minho, no troço entre as duas cidades do Alto Minho, a capital de distrito, Viana do Castelo e Valença.

O chefe de Governo, que viajou no comboio inter-regional que levou cerca de 43 minutos a fazer o percurso, adiantou que a aposta na ferrovia “é absolutamente decisiva para fortalecimento da capacidade e da competitividade desta grande região que é a Galiza e o Norte de Portugal”.

“A partir de hoje essa é uma realidade efetiva. É uma realidade que liga um grande porto de mar, que é o de Vigo, a um grande porto, que é o de Viana do Castelo , aliás agora beneficiado com novos acessos rodoviários, e ao porto de Leixões. Conseguimos ter aqui nesta frente atlântica um conjunto de grande infraestruturas portuárias servidas através da ligação ferroviárias”, reforçou o primeiro-ministro.

Recebido na estação de Valença com os protestos da comissão de trabalhadores da Infraestruturas de Portugal e no exterior, pela contestação de centenas de manifestante a exigir a “reabertura imediata” das fronteiras com a Galiza, António Costa disse que a modernização agora concluída “muda completamente o quadro da relação de um lado e de outro da fronteira”.

“Esta relação é muito importante do ponto de vista comercial, da restauração, da convivialidade. Vai continuar a densificar a interligação do tecido industrial entre o Alto Minho e Galiza”, afirmou no discurso de 23 minutos, com o som de fundo da manifestação contra o encerramento das fronteiras entre os dois países.

Costa disse “não ser por acaso que o Alto Minho tem sido das regiões do país que mais investimento estrangeiro atraiu e que mais postos de trabalho qualificado criou nos últimos anos”.

“Isso deve-se à grande sinergia entre o Alto Minho e a Galiza. Isso é da maior importância e essa foi a primeira opção estratégica. Investir nas ligações a Espanha, investir no transporte de mercadorias”, reforçou.

Para o primeiro-ministro, a “segunda opção estratégica” que levou o Governo a fazer “o maior investimento dos últimos 100 anos feito na ferrovia em Portugal” prende-se “com a compromisso de atingir, em 2050, a neutralidade carbónica, reduzindo em 55% as emissões de gases com efeito estufa até 2030”.

António Costa, abandonou a estação de Valença sem prestar declarações aos jornalistas e foi vaiado pelos manifestantes quando abandonou a estação de caminhos de ferro de Valença. Já o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, questionado pelos jornalistas, disse que a sinalização eletrónica na Linha do Minho vai estar concluída em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you