No Everest do título, Sporting de Braga já está...

No Everest do título, Sporting de Braga já está no último acampamento-base

-

- Advertisment -spot_img

Gil Nunes

Jornalista

Como numa escalada. Rumo ao título. Mais do que ter como objetivo ganhar o título na temporada A ou na temporada B, importa ao Sporting de Braga consolidar o seu percurso e aproximar-se paulatinamente do topo da montanha. O Sporting de Braga já está no último acampamento-base, com vista privilegiada para o pico. Falta pouco.

Em termos ofensivos, a qualidade de jogo dos arsenalistas é tremenda. Uma preocupação imensa em conjugar o jogar bem com o jogar bonito, num desiderato que provoca delícia em quem assiste a um jogo do Sporting de Braga. Sérgio Conceição, treinador do F.C.Porto, diz que o Sporting de Braga é “a melhor equipa a jogar em Portugal quando tem a bola nos pés”. Eu concordo e acrescento: o Sporting de Braga é a equipa mais agradável de se ver jogar. Ganhando ou perdendo, proporciona sempre um bom espetáculo a quem assiste ao jogo. E eu não tenho dúvidas de que o Sporting de Braga está agora no caminho certo. Com estabilidade técnica, de plantel e de direção. Tudo pronto para se fazer a última parte da escalada. Sem medo.

O jogo do Sporting de Braga possui um conteúdo bastante rico. Desde logo a ligação constante entre o lateral e o extremo, com ligação rápida ao miolo e ao flanco oposto. No processo de construção, o guarda-redes Matheus adquire também contornos importantes, sendo ele um primeiro elo de ligação. Ao longo da liga, o Sporting de Braga tem mostrado um 4x4x2 sólido, que se desdobra num 5x3x2 no momento defensivo. As acelerações de Galeno, proporcionando desequilíbrio e uma rápida ligação entre o processo defensivo e o ofensivo, são uma imagem de marca de uma equipa muito propensa ao golo: convém não esquecer que o Sporting de Braga marcou três golos quer no Dragão quer na Luz, algo que não está ao alcance de qualquer equipa. Outro pormenor interessante é o aproveitamento das bolas paradas: nesse aspeto específico do jogo, o Sporting de Braga ainda não está ao nível do F.C.Porto, por exemplo, mas já há um aproveitamento felino e que vale pontos. Como aconteceu em Famalicão. Num lance finalizado por um dos melhores jogadores da liga portuguesa: Al Musrati.

Não estranha – mas não estranha mesmo nada – o interesse de meio mundo em Al Musrati. Porque é tremenda a qualidade de um médio defensivo exímio na interceção de passe, construção, poderio físico e ainda disponibilidade para surgir em linhas mais adiantadas, com o acréscimo de possuir um remate forte e preciso. O que estranha – e o que estranha mesmo muito – é o facto de Al Musrati ter passado tanto tempo fora dos holofotes, muito embora o seu desempenho no Rio Ave e Vitória de Guimarães ter sido digno de registo. Com 24 anos, tem todas as condições para ajudar os arsenalistas a caminhar rumo ao seu pico, e caminhar também para uma ainda maior notoriedade do seu jogo. Por falar em Rio Ave, também Lucas Piazón veio dar uma ajuda imensa: médio com capacidade de desequilíbrio e tiro fácil, veio aportar ainda mais qualidade a uma equipa cada vez mais com o cunho Carlos Carvalhal. E convém também não esquecer que, malgrado ter perdido os dois primeiros jogos da liga e consequentemente ter também perdido seis pontos, o Sporting de Braga tem mantido uma certa regularidade e cumprido com os seus objetivos. Em Portugal e na Europa. No caminho certo.

E mesmo sem Paulinho, que saiu para o Sporting. Rúben Amorim, técnico dos leões, afirma que Paulinho é o “melhor avançado a jogar em Portugal”. Eu aí não estou tanto de acordo. Se observarmos pelo prisma da qualidade individual e de desequilíbrio em si, eu diria que há jogadores (Darwin Nuñez à cabeça) com uma maior aptidão para cumprirem requisitos que, valha a verdade, são mais adequados a um jogador da linha avançada. Mas eu diria que Paulinho deve ser o avançado mais versátil do campeonato português. O internacional português cresceu com Dyego Sousa no Sporting de Braga de Abel Ferreira cimentando as suas rotinas de 4x4x2. Depois, com Sá Pinto ao leme, aprimorou as suas competências ao nível do 4x3x3, na lógica de um treinador que apostava muito no jogo pelos corredores e cruzamentos constantes.

Mas o Sporting de Braga não ficou a perder sem Paulinho. Para além de toda uma dinâmica ofensiva onde sobressai Ricardo Horta – aprimorada capacidade de remate e versatilidade da ala para o miolo – os arsenalistas apostam agora em Abel Ruiz, um jogador também dotado de versatilidade tática e um instinto só ao alcance dos bons avançados. Frente ao F.C.Porto, no jogo da Taça de Portugal, o espanhol confirmou os créditos de ter sido a contratação mais cara de sempre dos arsenalistas.

No Sporting de Braga, a palavra agora é manter e garantir a estabilidade. Convém não esquecer que na temporada passada, contando com Abel Ferreira, o Sporting de Braga teve cinco treinadores, algo que não é suportável numa equipa que quer ir mais longe. E o curioso é que mesmo com essa tempestade o Sporting de Braga nunca perdeu o rumo. Afinal de contas, o Sporting de Braga campeão é mesmo uma questão de tempo. Porque o Everest está ali tão perto…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you