arquivoQuase metade dos portugueses defendem que o país vai...

Quase metade dos portugueses defendem que o país vai deixar dinheiro físico em cinco anos

-

- Advertisment -spot_img

Quase metade (48%) dos portugueses acreditam que o país vai deixar de usar dinheiro físico em cinco anos, acima dos 16% que apontaram esta possibilidade em 2019, segundo um estudo da Intrum divulgado.

“Uma sociedade sem dinheiro pressupõe uma economia nacional na qual os meios digitais para a realização de transações substituem a utilização de moedas e notas físicas. Novas tecnologias, como ‘software’ de crédito e cobrança, podem aumentar a eficiência no processo de cobrança de dívidas e constituir relações mais fortes com os clientes”, afirmou, citado em comunicado, o diretor-geral da Intrum Portugal, Luís Salvaterra.

Os estudos da Intrum resultam de dados de milhares de empresas da Europa, segundo informação disponibilizada no ‘site’ da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you