arquivoGouveia e Melo diz que imunidade de grupo pode...

Gouveia e Melo diz que imunidade de grupo pode ser atingida em agosto

-

- Advertisment -spot_img

O vice-almirante Gouveia e Melo, coordenador da ‘taskforce’ de vacinação contra a covid-19, antecipou hoje um possível aumento do ritmo de inoculações para 100 mil por dia e sublinhou que a imunidade de grupo pode ser alcançada em agosto.

“Há uma expectativa mais positiva relativamente ao segundo trimestre e muito mais positiva relativamente ao terceiro e quarto trimestres. Se estas expectativas de disponibilidades de vacinas se mantiverem e materializarem num futuro próximo, o período em que se pode atingir a imunidade de grupo – 70% – pode eventualmente reduzir-se relativamente ao fim do verão para passar para meados do verão, em volta de meados ou início de agosto”, disse.

Na intervenção proferida na reunião que junta epidemiologistas e especialistas em saúde pública e a classe política na sede do Infarmed, em Lisboa, o vice-almirante – que substituiu Francisco Ramos à frente da ‘taskforce’ no início deste mês – reforçou também a necessidade de recorrer a outros meios para a administração de vacinas além dos centros de saúde, algo que já havia defendido anteriormente, como a possível extensão do processo às farmácias.

“Vai haver uma concentração de vacinas já no segundo trimestre suficiente para aumentar a velocidade de vacinação para cerca de 100 mil vacinas por dia, o que fará com que se tenha de pensar em modelos alternativos aos centros de saúde nos cuidados primários para que este processo de vacinação corra sem problemas nas inoculações”, garantiu.

Gouveia e Melo foi mais longe e reiterou que com o desaparecimento do estrangulamento de disponibilidade de vacinas nesta primeira fase, a “administração de vacinas precisa de estar robusta e suficientemente apta para acompanhar” o ritmo preconizado de 100 mil inoculações diárias no país para a segunda e terceira fases.

O responsável pelo processo referiu que o país já recebeu quase um milhão de vacinas contra a covid-19 desde o final de dezembro e que já foram administradas cerca de 680 mil, sendo que para esta semana estão previstas mais 230 mil inoculações.

“Mostra uma execução muito elevada. Já temos sete por cada 100 habitantes com uma inoculação pelo menos; 4,5% da população com a primeira dose e 2,7% com a segunda dose. O plano de vacinação está a correr bem, face às disponibilidades que existem”, sentenciou.

Em Portugal, morreram 16.023 pessoas dos 798.074 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

AMP quer ‘plano B’ para transportes caso diferendo com Gondomar não se resolva

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP) assegurou hoje que vai levar até “às últimas consequências o esforço...

Assistente administrativa detida por burla

A PSP deteve em Vila Nova de Gaia, uma assistente administrativa por alegada falta de pagamento de serviços prestados,...

Suldouro retoma este mês entrega de contentores para reciclagem em Gaia

A Suldouro, operadora de resíduos nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, garantiu hoje...

Mulher morre atropelada por autocarro na N222 em Vilar de Andorinho

Uma mulher de cerca de 80 anos morreu hoje depois de ter sido atropelada por um autocarro em Vilar...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Lançado concurso público de conceção e construção da nova ponte sobre o rio Douro

O concurso público de conceção e construção da nova ponte rodoviária sobre o Douro, que vai ligar o Porto...

Pontos essenciais das variantes classificadas de preocupação presentes em Portugal

Das centenas de mutações do SARS-CoV-2 detetadas durante a pandemia, a atenção das autoridades de saúde recai em quatro...

Must read

- Advertisement -spot_imgspot_img

You might also likeRELATED
Recommended to you